sexta-feira, 13 de março de 2020

Muro de cemitério cai, covas são abertas pela água e cadáver fica exposto durante chuva no RN



Um corpo que tinha sido enterrado no cemitério de Parnamirim, na região metropolitana de Natal, ficou exposto após o muro do local desabar e a força da água que alagava a rua abrir algumas das covas. A capital registrou 122 milímetros em 12 horas, segundo o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden).

De acordo com moradores, o barulho do desabamento do muro foi ouvido na madrugada desta sexta-feira (13), mas apenas pela manhã eles perceberam a situação.

Com a força da água que alagava a rua do bairro Monte Castelo, em Parnamirim, parte do muro do cemitério público do município, o São Sebastião, desabou. Pelo menos cinco covas foram abertas. Em uma delas, o caixão se abriu e o corpo saiu.

Em nota, a Prefeitura de Parnamirim afirmou que as águas das chuvas retidas no interior do cemitério fizeram recalcar o sepulcro, levando a comprometer a base do muro que veio a ruir. "Neste exato momento, as equipes já estão recompondo o muro e sanando o problema", afirmou em nota enviada às 11h.

Durante a manhã, funcionários do local cobriram o corpo, enquanto aguardavam providências. A situação chamou a atenção da população, que foi ao local ver de perto.

A chuva que cai desde a quinta-feira (12) na capital, provocou alagamentos e quebra de semáforos, deixando o trânsito lento.

Inter TV Cabugi

Relacionadas

Muro de cemitério cai, covas são abertas pela água e cadáver fica exposto durante chuva no RN
4/ 5
Oleh

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial