terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

Família reconhece corpo de estudante que estava desaparecido


O estudante Clayton Tomaz de Souza, de 31 anos, conhecido como 'Alph', teve o corpo identificado nesta segunda-feira (17) pelos familiares, em João Pessoa. Natural de pernambuco, o estudante do curso de filosofia da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) estava desaparecido desde o dia 6 de fevereiro.

De acordo com a Polícia Civil, o corpo foi encontrado no dia 8 de fevereiro, em estado de decomposição, com marcas de tiros, em uma mata às margens de uma estrada em Gramame. O corpo foi identificado pelo pai da vítima nesta segunda-feira (17).

Segundo o Instituto de Polícia Cientifíca (IPC), o corpo chegou à perícia no dia 8 de fevereiro. A autópsia foi realizada no dia 10, mas só nesta segunda a família, do interior de Pernambuco, pode identificar o corpo.

De acordo com o IPC, a vítima sofreu um disparo de arma de fogo na cabeça. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

O Diretório Central dos Estudantes da UFPB lamentou a morte de Alph, que era atuante no movimento estudantil.

G1 PB

Relacionadas

Família reconhece corpo de estudante que estava desaparecido
4/ 5
Oleh

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial