sexta-feira, 18 de outubro de 2019

Ex-zelador pega 24 anos de prisão por estupros em escola



O ex-zelador de uma escola particular de João Pessoa acusado de estuprar estudantes foi condenado a 24 anos e seis meses de reclusão em regime fechado, conforme o Artigo 217 do Código Penal. A informação foi confirmada ao Portal Correio nesta sexta-feira (18) pela assessoria de comunicação do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB).

Os casos de estupro dentro da escola começaram a ser denunciados e divulgados em março deste ano, após os pais das vítimas descobrirem os crimes, que teriam ocorrido em 2018. O então zelador é acusado de abusar sexualmente de pelo menos quatro estudantes e, para isso, ele teria o apoio de outros adolescentes. A escola particular demitiu o funcionário durante as investigações.

Três adolescentes, com idades de 13, 14 e 17 anos, foram apreendidos no dia 11 de março deste ano, suspeitos dos estupros junto com o ex-zelador, e estão no Centro Educacional do Adolescente (CEA), em João Pessoa.

Como ocorria
Conforme apuração da TV Correio na época, os adolescentes praticavam os abusos normalmente em duplas e no horário das aulas. Eles pediam para ir ao banheiro em horários marcados e o caso só começou a ser descoberto a partir de uma professora que enviou comunicado aos pais de um aluno sobre essas idas constantes ao sanitário.

Uma das vítimas que prestou depoimento achava que o zelador iria fazer algo para defender as crianças abusadas, mas ocorria o contrário. Além de impedir acesso ao banheiro no momento dos crimes, ele cometia os estupros também. Mais detalhes do caso não foram divulgados oficialmente porque ele corre em segredo de Justiça.

Portal Correio


Relacionadas

Ex-zelador pega 24 anos de prisão por estupros em escola
4/ 5
Oleh

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial